quarta-feira, 9 de março de 2016

Sombra

Olho para mim!
Olho para as coisas que gosto,
Eu observo tudo,
Meus gostos, minhas convicções, minhas recordações...
E as vezes me perco nesse universo que é ser o meu ser.
As vezes não sei quem sou. As vezes me envergonho de mim, outras vezes me exalto...
Vejo meus hábitos, meus vícios engessando.
Será se poderia ser diferente?
Essa dúvida como poderia ser outra personalidade...
Será se seria feliz?
Os anos caem e a dúvida permanece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário